AVIAÇÃO COMERCIAL & PRIVADA

Congonhas terá nova tecnologia para segurança das aeronaves

Foto: Mario Roberto Duran Ortiz
image_pdfimage_print

O aeroporto de Congonhas, em São Paulo, será leiloado para a iniciativa privada em 2022, e o governo federal avança em obras para valorizar o equipamento público. A principal novidade deverá ser a remodelagem da pista de pouso seguindo a metodologia EMAS (Engineered Material Arresting System).

A EMAS consiste na criação de áreas de escape com blocos de concreto que se deformam na eventualidade de uma aeronave ultrapassar o limite final da pista. Em Congonhas haverá duas áreas assim.

As duas novas áreas de escape da pista principal serão sustentadas por vigas e pilares capazes de suportar aeronaves e veículos usados na rotina do aeroporto. Completam o projeto obras nas pistas de taxiamento nas regiões próximas aos EMAS. São investidos R$ 122,5 milhões de recursos públicos, oriundos do Fundo Nacional de Aviação Civil (Fnac).

LEIA TAMBÉM:
Avança projeto para leiloar Santos Dumont e Congonhas
Aeroporto de Congonhas chega aos 85 anos
Sete aeroportos do Brasil já testaram sistema de reconhecimento facial

Lançamento! ASAS 119! Garanta já a sua na pré-venda!

O Voo do Impossível

Parceiros