AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

EUA liberam mísseis antinavio para Taiwan

Foto: Ministério da Defesa de Taiwan

A Defense Security Cooperation Agency do governo dos EUA anunciou a autorização para a venda de 60 mísseis AGM-84 L-1 Harpoon Block II para Taiwan. As armas poderão ser utilizadas pelos caças F-16 disponíveis no país insular que enfrenta ameaça de uma invasão chinesa.

O custo total do pacote aprovado é de 355 milhões de dólares e inclui 60 mísseis reais, 4 de treinamento, componentes extras, peças de reposição, suporte técnico e treinamento. Para a própria organização da Casa Branca, isso não irá alterar o balanço de forças na região do Pacífico.

A preocupação dos EUA em não disponibilizar material de ponta para Taiwan se reflete na questão dos mísseis ar-ar. Em plena crise com a China, o governo de Taipei conseguiu comprar apenas mísseis de curto alcance, e não armas do tipo BVR, como os AIM-120 AMRAAM.

Taiwan recebeu o reforço de 100 mísseis AIM-9X Block II Sidewinder, a um valor de 85,6 milhões de dólares.

Brasil

A Força Aérea Brasileira também conta com mísseis AGM-84 Harpoon. A arma está integrada aos aviões de patrulha P-3 AM Orion. É o primeiro míssil antinavio operado a partir de aviões brasileiros.

Com 3,8 metros de comprimento e 519 kg, o Harpoon é movido por uma turbina e atinge 850 km/h. Somente a ogiva tem 221 kg de material explosivo, o suficiente para causar danos que levem um navio de guerra a afundar.

O alcance chega a 278 km. Para se ter uma ideia, seria como um avião lançar o míssil da cidade de Aracaju (SE) para atingir um alvo em Maceió (AL), por exemplo. Também é a mesma distância entre a cidade do Rio de Janeiro (RJ) e Ubatuba, no litoral de São Paulo.

O míssil utiliza dados dos sistemas da aeronave lançadora para calcular a sua rota até o alvo e conta ainda com um radar próprio para corrigir a rota. Depois do lançamento, o Harpoon voa próximo ao mar para evitar ser detectado.

LEIA TAMBÉM:

Taiwan tem 350 caças para se defender, mas EUA barraram a venda de F-35

Taiwan voa futuro substituto do F-5

China apresenta novo porta-aviões com capacidade para lançar caças com mais carga bélica

Há 40 anos, piloto de F-5 fugiu para país comunista

Com 10 anos, aviões P-3AM da FAB vão receber novas asas

NOVA EDIÇÃO DA ASAS!

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

Carrinho