AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

F-18 com rachadura na Suíça

image_pdfimage_print

A Força Aérea da Suiça cancelou o sobrevoo que um caça F-18C Hornet iria fazer sobre a cidade de Axalp após descobrir rachaduras no flap da aeronave. Foi decidido que os F-18 não farão mais shows aéreos até que seja completada uma inspeção nas aeronaves. Mesmo assim, caso necessário, como para a defesa aeroespacial, os caças vão voar.

A notícia vem na esteira dos problemas enfrentados pela Suiça após a compra de caças Gripen ter sido cancelada porque um referendo popular desaprovou as condições de financiamento. Recebidos em 1997, os F-18 devem permanecer operacionais até 2030.

Hoje, dos 30 aviões, 20 estão em fases diversas do trabalho de recuperação e modernização conduzido pela empresa Ruag. Os dez restantes estão precisando conduzir sozinhos todas as missões daquele país. Em fevereiro a frota já havia sido paralisada por conta do mesmo problema.

Enquanto isso, o governo suíço tenta conduzir um novo programa para aquisição de caças. Rafale, Typhoon, F-35, Gripen e F-18 Super Hornet estão na competição de 6,1 bilhões de dólares.

O F-35 tem sido apontado como o favorito.

Sobre o autor

Redação

Comentar

Clique aqui para comentar

Garanta já a sua Edição 114 de ASAS!

Promoção Fim de Ano!

Novidade! Assine ASAS também na Versão Digital!

Parceiros