AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

C-130 H conquista mercado com preços acessíveis

Aeronaves C-130 H entregues pelos EUA ao Níger. Foto: Stephanie Longoria

Quando o KC-390 foi desenvolvido, o C-130 J Super Hércules da Lockheed Martin era considerado o principal rival do projeto da Embraer. Porém, hoje, a versão H do C-130 também tem conquistado mercado, graças às negociações de baixo preço envolvendo aeronaves usadas. O governo dos Estados Unidos também tem atuado para assegurar o mercado para o Hércules, mesmo da versão mais antiga.

A Armée de l’air du Niger, por exemplo, aceitou esperar quatro anos para completar sua encomenda de quatro C-130 H usados. A última aeronave foi recebida em 12 de dezmebro, após reparos e adaptações necessárias para que os antigos WC-130H da USAF, usados para reconhecimento meteorológico, ficassem adequados para as missões no Níger.

Washington, aliás, dediciu entregar os aviões de graça e ainda investiu 47 milhões de dólares, entre compra de peças extras, treinamento de 16 pilotos e 19 mecânicos, infraestrutura para a Base Aérea de Agadez e até fornecimento de combustível para os primeiros exercícios. O Níger, por outro lado, em 2015 havia comprado outro WC-130H por 63 milhões de dólares.

C-130 ainda com a bandeira dos EUA, mas já recebido pela Colômbia Foto: Fuerza Aérea Colombiana

A distribuição de C-130 H Hércules usados não ficou só na África. Há um ano, em dezembro de 2021, a Jordânia recebeu o primeiro de duas unidades da Guarda Aérea Nacional de Connecticut. Já as Filipinas receberam outros dois, negociados por 52 milhões de dólares, sendo que o governo dos EUA pagou aproximadamente 40% da conta. Polônia, com cinco unidades, Colômbia, com três, e o Chile, com duas, se somam ao grupo de beneficiados com os C-130 H repassados pelos Estados Unidos.

Não só a USAF tem substituído seus C-130 H pelos novos C-130 J, e mais países colocaram para vender sua frota antiga. Sete C-130 H belgas foram adquiridos pelo Paquistão por um valor não revelado. A Indonésia fez a compra de cinco aviões da Austrália e Uruguai e Peru levaram, cada um, um par de C-130 H usados da Espanha. A empresa Blue Aerospace ficou com os demais seis Hércules espanhóis.

LEIA TAMBÉM:

Lockheed Martin entrega 500º C-130J Super Hércules

C-130J ganha clientes na África

Mais um cliente para o C-130J, menos um para o KC-390

C-130 Hércules usados foram recebidos por 4 países vizinhos

Mais um país da América do Sul recebe C-130

Mais da metade dos C-130 da FAB estão parados, aposentadoria se aproxima

Anunciada nova redução da compra de KC-390 para FAB

Embraer quer vender o KC-390 para os EUA

Embraer reforça promoção do KC-390 na Europa

Embraer faz parceria para vender KC-390 para o Oriente Médio

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

NOVA EDIÇÃO DA ASAS!

Carrinho