AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

EUA temeram que antiaérea russa dizimasse os A-10 na Ucrânia

Os A-10 já estão em fase de desativação na USAF. Foto: Blake R. Borsic - USAF

O governo da Ucrânia solicitou aos Estados Unidos cem jatos de ataque A-10 Warthog, mas o Pentágono considerou que as aeronaves seriam um alvo fácil para as defesas antiaéreas russas. A revelação foi feita pelo jornal The Washington Post, em reportagem que detalhou a ajuda militar fornecida pelos EUA.

O pedido de cem A-10 Warthog foi feito pelo ministro da defesa ucraniano, Oleksii Reznikov, ao secretário de defesa dos EUA, Lloyd Austin. O foco era o emprego do canhão de 30mm GAU-8/A Avenger e de bombas guiadas contra os blindados russos que, à época do pedido, em março, se aproximavam de Kiev.

Os ucranianos se basearam na informação pública de que os EUA tinham 49 A-10 A e 51 A-10 C estocados. Outras 280 unidades estavam no serviço ativo com a US Air Force e poderiam ser entregues ainda mais rapidamente.

O secretário de defesa norte-americano, porém, disse que a transferência não faria sentido e que seria impossível. A principal alegação foi a de que os A10 seriam um alvo muito fácil para as modernas defesas antiaéreas russas.

Foto: Matthew Bruch

Ao mesmo tempo, os EUA não se opuseram nem ao envio de peças de reposição para os caças MiG-29 e Su-27 já em uso na Ucrânia nem à transferência dos helicópteros Mi-17 originalmente encomendados para o Afeganistão. A transferência dos MiG-29 da Polônia, que propôs repassá-los aos EUA, para que o Pentágono fizesse a entrega à Ucrânia, foi barrada por ser considerado como uma “mensagem errada” para a Rússia.

Já caças mais avançados, como os F-16, ou mesmo drones de última tecnologia também foram barrados pelo temor dos Estados Unidos de isso significar uma ampliação da guerra, com confronto direto contra a Rússia. Com uso até de jogos de computador, a Ucrânia sempre manifestou que conseguiria treinar seus pilotos em tempo recorde.

Ainda assim, os EUA já ajudaram a Ucrânia com mais de 20 bilhões de dólares em material militar, a grande maioria sendo de mísseis antitanque, armas portáteis, munições e equipamentos. Sistemas de defesa antiaérea também foram transferidos, incluindo o recente anúncio de instalação do Patriot, o mais avançado do arsenal norte-americano.

LEIA TAMBÉM:

Bayraktar e Shahed: os improváveis heróis na guerra da Ucrânia

Rússia divulga destruição de jatos ucranianos

Rússia avança na destruição de jatos ucranianos

Ucrânia vai receber sistema antiaéreo IRIS-T SLM

Ucrânia usa música de “Top Gun” para pedir caças

Rússia alega já ter destruído 693 aeronaves ucranianas

Ucranianos oferecem serviço de escrever mensagens em projéteis lançados contra alvos russos

Ucrânia reativa jatos e recebe novos armamentos

A-10 da USAF podem ser transferidos para a Ucrânia

Bulgária repassou 14 jatos de ataque para a Ucrânia

Helicópteros evacuados do Afeganistão vão equipar forças armadas da Ucrânia

Ucrânia pede caças F-15, F-16 e F-35, e diz poder treinar pilotos em 2 semanas

NOVA EDIÇÃO DA ASAS!

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

Carrinho