AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

USAF vai modernizar 600 caças F-16

F-16 da Guarda Aérea Nacional do Vermont. Foto: Robert J Trubia / USAF

Em um dos maiores programas de modernização da história, a United States Air Force (USAF) devem modernizar 608 caças F-16C dos Blocks 40 e 50 para o padrão F-16V Block 72. A atualização envolve 22 mudanças no projeto, incluindo novo radar AESA AN-APG 83, troca de telas na cabine, novo computador de missão e modificação do datalink. Os caças serão homologados para lançar mísseis AIM-120 AMRAAM da versão D, além do AGM-158B Joint Air-To-Surface Standoff Missile Extended Range (JASSM-ER).

A elevação do padrão deverá dar aos F-16 maior capacidade de sobrevivência em um ambiente de forte guerra eletrônica. O investimento total deve chegar a pelo menos 6,3 bilhões de dólares, mesmo com boa parte do trabalho ocorrendo nas próprias bases aéreas.

Atualmente, a USAF possui cerca de 840 caças F-16 em serviço. Os primeiros F-16A iniciaram a vida operacional em 1979. Dois anos depois já voavam os F-16C/D dos Blocks 25 a 32. Em 1989 foram recebidos os primeiros dos Blocks 40 e 42. A partir de 1994 começaram a operar os Block 50 e 52.

LEIA TAMBÉM:

Já tem país dizendo adeus ao F-16

USAF testa ferramenta da “guerra cognitiva” no F-16

US Navy receberá 26 caças F-16C/D

Pentágono quer mais F-35 e F-15EX, menos F-16, KC-135 e A-10

F-16 civil recebe autorização da FAA

Com 47 anos do primeiro voo, F-16 pode passar das 5.000 unidades produzidas

USAF quer melhorar defesa eletrônica dos F-16

72 F-16 e muitas falhas: os erros do maior ataque aéreo da Guerra do Golfo

NOVA EDIÇÃO DA ASAS!

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

Carrinho