AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

F-35 vence na Suíça

Foto: Kristine Legate / USAF
image_pdfimage_print

O conselho federal da Suíça anunciou hoje (30 de junho) que o F-35 Lightning II é o vencedor da concorrência para aquisição de novos caças. Serão adquiridas 36 unidades. O custo total deverá ser de aproximadamente US$ 6,5 bilhões.

O F-35, assim, venceu o F-18 Super Hornet, o Rafale e o Eurofighter. Já são 15 países que selecionaram o caça da Lockheed Martin para as suas forças armadas. Já há cerca de 655 caças F-35 em serviço no mundo, das versões A, B e C. Nove nações já têm seus F-35 em serviço nas suas próprias bases aéreas.

A Suíça adquire o F-35A para substituir os seus F-18C/D Hornet, adquiridos no início dos anos 90 e já com histórico de baixa disponibilidade. A compra, porém, ainda depende de um referendo público para aprovar as condições de financiamento. Em 2014, o país já havia selecionado o Gripen E, da Saab, mas o negócio foi barrado nesta etapa.

Leia também:

F-18 com rachadura na Suíça

Suíça comprova: não dá para adiar caças novos

1 hora de voo do F-35 custa quase 200 mil Reais

Estudo aponta vantagem econômica do F-35 e do B-21

Sobre o autor

Redação

Comentário

  • Não a compra não depende de um referendo público porque os termos do edital da licitação Air 2030 foram todas atendidas.

    Na primeira concorrência de caças ocorrida em 2014 a situação foi completamente diferente. Naquela ocasião o Rafale foi o vencedor e o Gripen ficou em ultimo lugar. Porém o governo suíço daquela época surpreendentemente resolveu comprar o caça sueco depois de uma proposta de redução de preço oferecida pela SAAB, o que contrariava o edital de licitação da concorrência de caças que não previa tal situação. Então neste caso especifico foi necessário um referendo popular para validar a decisão do Conselho Federal Suíço visto que as condições da licitação não foram atendidas.

Clique aqui para comentar

Lançamento! ASAS 118! Garanta já a sua na pré-venda!

O Voo do Impossível

Parceiros