AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

De olho na OTAN, Suécia e Finlândia já treinam com a Royal Air Force

Eurofighter, Gripen e F-18. Foto: Ilmavoimat - Lapin lennosto - Hävittäjälentolaivue 11

Enquanto as autoridades da Suécia e da Finlândia negociam uma possível entrada na Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), suas forças aéreas já realizam um treinamento conjunto com a Royal Air Force, do Reino Unido.

Quatro caças Eurofighter Typhoon FGR4 foram enviados para a Base Aérea Rovanierni, no norte da Finlândia, ainda em maio. Ali, têm voado diariamente junto com os F-18C/D daquele país, incluindo exercícios fronteiriços com a Suécia, que empresa seus JAS-39C/D Gripen da Base Aérea de Kallax, de forma cooperativa para a proteção do espaço aéreo.

Ainda antes do conflito da Ucrânia com a Rússia, a Finlândia já havia decidido pela aquisição do F-35 com um argumento interessante: custo-benefício. O país também tem investido em defesa antiaérea e deve ampliar esses gastos com a entrada na OTAN.

LEIA TAMBÉM:

F-35 ganha contrato com base no custo-benefício

Bombardeiros Tu-160 provocam quatro forças aéreas em oito horas

Finlândia vai adquirir sistema antiaéreo de Israel

Suécia iniciará estudos para substituto do Gripen

Suécia investe em novos desenvolvimentos do Gripen

Gripen E próximo de entrar em serviço na Suécia

Com Gripen E e C no mercado, Suécia manterá os dois modelos em voo

NOVA EDIÇÃO DA ASAS!

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

Carrinho